Involuntus
Eu só quero que você entenda…às vezes eu fico quieta, mas não estou braba. Só estou quieta, tenho os meus momentos, gosto da minha própria solidão. Nem sempre o que eu digo é verdade, mas eu nunca minto para você. A tpm não é a culpada, meu humor não é o culpado, em algumas ocasiões o culpado é você. Eu só quero que você entenda que eu te mando embora querendo que você fique. Penso em não te querer mais sonhando em como te ter mais um pouco. Fico com raiva de você e isso passa. Quero mais carinho e isso me cansa. Penso que você é um ser inatingível, um ser que vive num mundo fechado a mil chaves e cadeados…quero que você entenda: eu gosto de demonstrações de amor, paixão, seja lá o que for. Eu só quero que você entenda que te faço tantas perguntas para me sentir segura. Tenho medo de te perder. Tenho um medo danado de você não mais me querer. Não quero que nenhum mal te aconteça, mas não sei bem como demonstrar isso, meto os pés pelas mãos e falo o que não devo. Falo sem parar, falo sem pensar. Eu só quero que você entenda que o não, às vezes, é sim. Que o sim, às vezes, é não. Que o talvez para mim não tem vez. Que acima de tudo eu te gosto demais e isso faz com que eu me torne grande e pequena e adulta e criança e confusa e certa. Eu só quero que você entenda que eu não gosto quando você vai embora. Não gosto quando você esconde o que sente. Não gosto quando você não me dá a menor bola. Não gosto quando você não gosta de esclarecer as coisas. Eu só quero que você entenda que eu sei do seu medo e da sua falta de coragem. Sei que você se esconde atrás do cansaço, do sono ou da falta de saco para certos assuntos. Sei que você inventa desculpas para você mesmo. E eu te digo: também tenho medo. Muito medo. Mas disfarço melhor do que você. Seguro a onda melhor do que você. Eu só quero que você entenda que estarei aqui para sempre. Por mais que você me mande embora. Por mais que as coisas compliquem. Por mais que o mundo acabe. Por mais que você não me ame. Se eu falo que está tudo bem, quero que você pergunte de novo. E de novo. De vez em quando eu finjo que tudo está numa boa, mas também tenho o meu lado fraco. Preciso de colo. De atenção. De mão na cabeça. De música de ninar. Eu gosto do desespero. Se eu estou triste, quero você ao lado. Se eu estou braba, quero você ao lado. Se eu estou num dia bom, quero você ao lado. Se meu dia foi péssimo, quero você ao lado. Quero o seu desespero. O meu desespero. Se eu viro as costas, quero você andando atrás. Se eu digo que não te quero mais, quero você gritando e me pedindo para te querer novamente. Nem sempre as minhas ações condizem com as minhas palavras. Me conheça. Me decifre. Me ame. Me ache. Me devore."
Clarissa Corrêa.

E se você odiar a minha história, desculpe, ela não foi escrita pra você."
A Cabana   

Não há nada de errado em ser solitário."
The Spill Canvas 

Pessoas normais me assustam."
American Horror Story.  

Era um sábado à noite, ela estava em casa, sozinha, pensando em você. E você cara, estava do outro lado do mundo, pensando nas outras. E ela sentia uma saudade absurda de ti, e tu nem se lembrava que ela existia.
E enquanto você se divertia com as outras, tudo que ela queria era ficar com você."
But I think it’s time you got back to me. 

Cada perda que eu tive foi uma lição que eu aprendi."
American Horror History.

Você é fraca,você se importa com o que as pessoas pensam."
American Horror Story 

Tentei carregar o peso do mundo, mas só tenho duas mãos."
Wake Me Up.

Amar é sofrer choque térmico quando chega a hora de dar tchau, é implicar com o jeito do outro, brigar no meio da rua, pegar na mão, e fazer as pazes ali mesmo. Amar é brincar de briguinha, é dizer que vai amar pra sempre, é dar beijos e cheiros em lugares estranhos em locais inadequados, é beber no mesmo copo. Todo amente se arrisca meio poliglota “amore mio”, “mon amour”, “meine liebe”, “my love” ou “meu amor” mesmo."
Gabito Nunes.  

Eu entendo de solidão. Entendo como é tentar substituir a falta de alguém com outra coisa."
The Big Bang Theory.   

Eu não te conheci num período de vacas gordas, o país está em resseção, eu não tenho grandes esperanças quanto ao futuro, mas eu te conheci. E você faz metade de mim, sentir-se seguro pisando na areia movediça. Você passa a confiança que me faz erguer as mãos em busca das suas, mesmo atolado de problemas até o pescoço, você é a salvação. Como uma viagem ao centro da Terra sem se queimar. É como se você fosse a calmaria logo após a fúria. Coloca tudo nos eixos e faz deixar de lado todo brio exagerado, fazendo-me perder tudo no meio do seu olhar ingênuo."
— Isabeli Scavacini, Sapatear  e Sam Nascimento, La vida passe.  

Eu sinto falta do que um dia você já foi. As pessoas mudam, eu sei. Mas a saudade um dia acaba."
— Alysson Player 

Tô fugindo do que me trava. Se for vazio, superficial, frívolo e infrutífero, eu dispenso. Não, obrigada, deixa pra próxima. Antes só do que mal acompanhada. Mulher tem uma mania besta de esquecer disso: cada um é dono de suas escolhas. A gente deposita sentimento na conta que quiser. Tudo bem, vou falar só por mim. Nas minhas terras só o que for bom, só o que fizer bem. Prefiro ficar com as mãos livres do que segurar nas de alguém que, provavelmente, vai me deixar cair. Só o que for seguro, só o que for firme. Primeiro saber onde pisar, depois colocar o pé."
— Dayane Farias, criptogra-far. 

Como alguém te transforma sem nem te tocar?"
— Grazy Paiva, você escrito em mim.  

R